quarta-feira, 23 de novembro de 2016

Das Nossas Limitações, Extrair Potencialidades

Tive a graça de conhecer, há não muito tempo atrás, o trabalho de uma dupla formidável de artistas, residentes de Embu das Artes, região metropolitana de São Paulo. Edgar Izarelli e Lua Rodrigues, que integram e encabeçam vários projetos de teatro, performance e artes plásticas, e juntos tem um filho. Edgar é escritor do livro "Infinitivos", e já tem alguns trabalhos publicados, que valem a pena ser conferidos.



          O principal aprendizado que tive ao conversar com Izarelli foi o como de suas limitações ele fez trampolins pra ir chegando mais perto de onde está hoje, no texto, na entrevista, e também na vida, ele ressalta que de suas limitações é que ele extraiu as suas maiores potencialidades, frase que marcou com certeza a minha visita à Embu das Artes, e que faço grato o gesto de terem me recebido e topado passar a tarde comigo. Abaixo segue o link para assistir a entrevista que realizamos:



A entrevista, fez parte do laboratório de estudo e observação para o personagem que irei interpretar no espetáculo "Fim de Partida", de Samuel Beckett. A estréia será em 11 de dezembro, no Espaço Cultural Opereta, localizado na Rua Doutor Emílio Ribas, 168 - Poá - SP. Às 20h, com direção de Marco Senna e Priscila Klesse, deixo um convite bem carinhoso pra que você venha assistir e prestigiar. Conheçam também o trabalho de Edgar Izarelli e Lua Rodrigues, o mesmo se faz disponível no Facebook. Gratidão !

quarta-feira, 9 de novembro de 2016

Cuidar do nosso Templo Pessoal É Mais Que Necessário

Parte do meu tempo ultimamente tem servido para eu me dedicar a mim mesmo, às minhas coisas, e como tem sido bom, viu? Vou contar o quanto que revigora saber que cuidar do nosso templo pessoal (que é o corpo da gente) e da alma faz bem, e melhora a nossa fisionomia e aura de uma forma majestosa. Toda vez quando voltamos a nossa atenção ao que faz bem pra gente mesmo, conseguimos dar atenção maior ao bem que potencialmente podemos fazer a quem está ao nosso redor, não pode  fazer bem ao outro quem não está bem consigo mesmo primeiro, é algo que mesmo parecendo mesquinho e egoísta, faz sentido.



          No ano de 2016 vivi diversas coisas maravilhosas, experiências, conversas, superações, passeios, e até comecei a andar de skate, rsrs.. informação esta que embora não muito relevante, mostra e evidencia o quanto estou feliz neste momento atual que estou vivendo. Há uma canção da Daniela Mercury que diz que o que não compreendemos no momento de conturbações é por que vamos entender mais a diante, é faz todo sentido. Profissionalmente, continuo firme com as gravações do meu novo CD, estou trabalhando também em um novo espetáculo, que está com estréia prevista para Dezembro, mais especificamente no dia 4, e há surpresas bacanas aí pra quem gosta de Teatro, mais um novo trabalho, com honras e glórias, se chama "Fim de Partida". 

          Fazemos o que queremos da vida da gente, e reforço dizendo que todo ser-humano veio a este mundo para ser feliz, e como digo sempre: feliz em plenitude, é o que desejo pra você que leu este post, com o coração aberto. O final de ano vem chegando, e não se esqueça de deixar as coisas ruins pra trás, ver estas coisas ruins passarem de longe, e simplesmente cuidar de si mesmo, do próprio templo pessoal e intransferível, faz muito bem. 

       

segunda-feira, 3 de outubro de 2016

Sensibilidade pra Entender

Engraçado como a gente aprende a não se comover com certas ocasiões mais, coisas que antes nos era concretamente motivo pra nos destabanarmos em choro, depois de umas porradas da vida ficamos mais maduros, sei lá, às vezes nem é nada disso que eu falei, mas a gente pensa mesmo assim. 



          Graças a Deus eu tenho sensibilidade, pra entender estas coisas todas que sinto. Sentir não é a pior parte, até que é fácil, difícil mesmo é ordenar tudo, nessas horas a gente ativa um interruptor em algum lugar dentro da gente, que ascende uma sala cheia de pastas e gavetas, como um almoxarifado gigante, sabe? Só que incrivelmente os arquivos, documentos e registros não são etiquetados da forma como deveriam ser, quem não tem humanidade o bastante dentro de si não é capaz de sair do lugar e começar a vasculhar, ler, procurar, etc. Neste quesito tudo o que me faz bem, é lembrar que sou homem, cheio de defeitos também, com tudo aquilo que vem dentro do pacote, sendo homem é mais fácil, onde tem defeitos tem qualidades também, eles coexistem tranquilamente quando sabemos administrá-los. 

          Um abraço agora me faria bem, abraço com humanidade, com força, sinceridade, esta é a minha prece mais importante, pra vida inteira, ter abraços sinceros pra compartilhar. 

quarta-feira, 28 de setembro de 2016

Sobre Ser Feliz

Hoje eu gostaria de falar sobre algo que sempre me fez pensar: Ser feliz . Acho que pra certas coisas nunca é fácil deixar completamente de olhar pra trás, é algo muito subjetivo. Se temos saudades de algo, é por que de alguma forma aquilo nos foi bom, não significa entretanto que aquilo nos vá servir de tema pra livro, ou nada do gênero, rs rs .. são segundos e frações na nossa história, hoje aprendi que tudo passa, da forma mais complicada pra tal, olhando pra trás e percebendo que já foi, não posso dizer que não sinto ainda uma dorzinha, sinto sim, mas hoje tenho novos pactos comigo, por não apenas segundos, mas por objetivos novos, de sempre ser feliz, mais feliz, e mais feliz. 



          Me lembro que na minha adolescência eu ouvia um disco muito especial pra mim até hoje, com este título "Mais Feliz" da Adriana Arydes, e isto nunca me saiu da cabeça, compreender ao certo o que nos é felicidade é muito estreito, hora algo nos faz feliz, hora não faz mais, a vida segue como um rio, e sempre tem uma pedra que divide a passagem das águas, esta reflexão não faz parte do desencantar pelas coisas (ou pelas pessoas), tem mais a ver com a tentativa de ser feliz a todo momento, atendendo as necessidades emocionais que vão surgindo, difícil de entender né? Pois é, mais difícil ainda de vivenciar, quantos versos simples e/ou cartas absurdamente compridas que escrevi, a minha felicidade não voltou, veja só.. injustiça? Não sei, não consigo descrever, o que sei é que afinal de contas aprendi muito, e como dizem, é preciso ser feliz, feliz, feliz, todo ser humano veio a este mundo para isto. Há uma canção da Zélia Duncan que diz assim:  "Então a moral da história vai estar sempre na glória, de fazermos o que nos satisfaz", e eu acredito piamente nisto, ligar menos pra opinião dos outros e um pouco mais pra nossa. 

          Há umas semanas atrás mencionei a cerca do novo espetáculo, o mesmo segue firme, estamos estudando bastante sobre o conceito e sobre a mensagem que o texto trás consigo, e adianto, o espetáculo promete nuances de ambos os lados, dramático e cômico, muito envolvente o texto. O texto é do autor Samuel Beckett, com a direção de Marco Senna e Priscilla Klesse, com quem já trabalhei anteriormente com o espetáculo "A Casa de Bernarda Alba" há uns anos atrás, agora a experiência é nova, e cheia de surpresas. Um beijão aí, assina a página pra receber os próximos textos - caso houver interesse, obviamente. Fica com Deus. 

          

quarta-feira, 31 de agosto de 2016

Prestigiar a Arte dos Amigos Artistas

Estive refletindo aqui de uns tempos pra cá sobre a arte dos meus colegas de profissão, e a admiração que guardo pelos mesmos em saber que sou rodeado por pessoas cheias de tanta criatividade, isso me ajuda muito, me inspira e me renova energias, é revigorante. São diversos, diversos amigos e amigas artistas que tenho por citar, hoje venho por meio deste texto falar de alguns, de maneira pontuada e bem especial, dividir com você um pouco do que tem me feito feliz. 

GLAU PIVA
A cantora que conheci certa vez quando fui à São Paulo, há cerca de uns 3 ou 4 anos atrás. Me lembro que ela cantava num Shopping ali não muito distante do Anhangabaú, e foi amor à primeira vista, gostei muito das canções "Poema de Rosas", "Deixa Rolar" e "Vício", super recomendo pra quem quiser ouvir e conhecer, é muito bom. 

AUGUSTO LUNETTA
Essa voz especificamente me conquistou na época ainda do Orkut, por meio das comunidades com assuntos envoltos à troca de informações sobre música e tudo mais, sempre assisti os seus vídeos e performances, e mantemos um contato desde então. Me lembro que ele tinha um trabalho chamado Dupla Conexão, que era muito gostoso de ouvir, versionava canções da velha MPB de maneira esplêndida, hoje ele já não mora mais em SP, partiu pra Salvador pra tentar a vida por lá, mas o guardo na lembrança até hoje. 


RIK BENTO 
Uma parceria, que virou amizade, ou amizade que virou parceria, de uma maneira bem peculiar, guardo uma admiração pela prontidão, sabedoria e iniciativa que sempre observei. Rik tem uma loja virtual voltada ao público masculino, há por volta de uns 15 ou 16 anos aproximadamente, responsável por vestir durante muitos anos a conhecida e polêmica Léo Áquilla. Rik vem trabalhando comigo então desde o período em que iniciei a divulgação de meu trabalho anterior, o "Nosso Retrato" e desde então trocamos diversas vivências e compartilhamos de uma amizade que já deu inúmeros frutos, quem gosta de moda super recomendo que visite o seu site e fan-page, que estão na internet facilmente rastreáveis digitando "Loja Divas Boy Toy", que é o nome de sua grife. 

ARLEY MC
Este rapaz foi uma descoberta, menino prodígio da música da periferia pela região do alto-tietê. Ouvia falar muito no seu trabalho já de um tempo, mas foi somente agora, em 2016 que a arte nos propiciou um encontro, foi num evento de literatura, onde me apresentei com as canções do meu atual trabalho, que está em andamento ( o disco ''O Detalhe Que Esqueci de Te Contar" ). Lá estava eu a cantar as canções, e em seguida à minha apresentação eis que começa a tocar "Ritmo e Poesia", canção cheia de mensagens bacanas, e o que mais me encanta é a canção dele falar sobre as próprias origens, eu admiro muito isso. Ao nascer esta amizade, que virou parceria, ou também como citei ao falar do Rik (no parágrafo acima) acho que foi uma parceria que virou amizade, enfim.. fato é que no próximo dia 7 farei parte da banda de apoio ao seu mais recente show, que será apresentado durante a programação da Festa das Orquídeas, quem quiser informações basta procurá-lo no Facebook como "Arley MC", super recomendo. 



É isso queridos e queridas, partilhei um pouco aí do que tem me feito feliz nestes últimos tempos, ouçam e conheçam um pouco da carreira dessas pessoinhas citadas, são de grande serventia pro artista que sou, sempre me influenciar e me deixar envolver com pessoas que de certa forma me chamaram atenção e divido um pouco com vocês aí.. Pra quem ainda não ouviu o meu trabalho musical, segue abaixo um vídeo meu versionando a canção "Nothing Fails", da cantora Madonna, fico muito feliz se puder assistir, desde já obrigadão .. 




Beijão ! 
Jhony Uriel 



terça-feira, 2 de agosto de 2016

Alguns dos Trabalhos Que Mais Gostei de Fazer

Há alguns dias atrás me perguntaram um pouco a cerca dos trabalhos que mais gostei de fazer, nunca parei pra refletir sobre isso, até pois gosto de todo trabalho aos quais me empenho. Este desejo por responder esta pergunta me fez pensar n'outro lado (passível a este mesmo assunto), que é relembrar alguns dos que gostei muito de fazer, e falar um pouco sobre os mesmos. Posso citar aqui o "Show Poética Rock", o "Acústico Jhony Uriel", também o espetáculo "Fragmentos Cômicos", uma comédia adulta que trabalhei durante um certo período, em que ficamos em cartaz em São Paulo, mas hoje vou falar do "Tempo de Primavera". 

          Foram muitas experiências que vivi em uma das minhas primeiras produções, quando lá no comecinho me envolvi com o Teatro pela primeira vez, tenho marcas especiais para relembrar do período em que trabalhei com o "Tempo de Primavera", que é algo que trago tatuado na minha história com um carinho imenso. Inicialmente o Tempo de Primavera seria uma canção, e a coisa cresceu, logo depois aquilo transformou-se em um texto teatral, logo mais agregamos o Lançamento do livro de um amigo especial , o Renato Silveira e ao final das contas também um Show da Banda Beraká, foi um dia estupendo, cheio de ótimas lembranças. 

          Seguem algumas imagens:          
Pedro Pisani e Jhony Uriel, durante uma das primeiras apresentação de "Tempo de Primavera" , no início de 2013.



Renato Silveira e Jhony Uriel, promovendo o lançamento
do Livro religioso "Quem é Maria para Nós?". 

Renato Silveira, Jhony Uriel, Pedro Pisani, Camila Fernandes, Mariana Godoy, Leila Lúcia e a
Banda Beraká, festejando o término da apresentação, que desde o seu início fora muito
 bem sucedida, a recepção foi calorosa.


          Me recordo muito do carinho que as pessoas tiveram com o projeto, desde quando este foi concebido, um Obrigado a todos que me ajudaram e batalharam comigo direta ou indiretamente pra que este evento acontecesse. Posso tornar público o meu agradecimento a algumas pessoas, dentre elas o Saulo Souza, à Dona Jô (minha mãe) que sempre me apoia e anda comigo, seja lá pra qual direção eu for, ao Marco Senna, à Esther Bico, ao Padre Reginaldo, ao Marcos Borges, fico feliz por estas pessoas terem abraçado o meu projeto de alguma forma, me incentivou muito a continuar e ainda a estar aqui fazendo o mesmo. Aproveito o ensejo para anunciar o texto que passaremos a trabalhar ainda para este ano de 2016, re-montaremos o espetáculo "Fim de Partida". As novidades seguirão dentro de algumas semanas.. 
__________________

Confira também o novo vídeo do meu Canal sobre música: Clique para Ouvir 

Caso goste, seguem as minhas Redes Sociais:
Facebook: Jhony Uriel ArT
Palco Mp3: www.palcomp3.com/jhonyurieloficial/  
Twitter: @JhonyUriel777
Letras Terra: www.letras.mus.br/jhony-uriel

quinta-feira, 21 de julho de 2016

Viver e Ser Feliz Sem Economias e nem Misérias de Felicidade

Ando refletindo muito ultimamente, em como os anos passam e as coisas mudam, contudo, algumas coisas de dentro da gente nunca mudam (e bem possivelmente jamais irão mudar), certas coisas ficam em nós com o passar dos anos e vou compreendendo assim que são estas as coisas que evidenciam o que é de fato a nossa essência. Ser fiel ao que acreditamos e somos é algo primordial, pra que a gente consiga fincar certos preceitos de maneira sólida no chão que há dentro de nós. 

          Sempre acreditei que quem não tem o que viver não tem o que dizer, diversas experiências pelas quais passamos (seja emocional, espiritual, afetiva, profissional, etc) nos ajudam a solidificar as certezas que temos. E mais do que isso, mostrar o que é belo, mostrar o que passa pelo crivo das coisas que associam o belo também ao verdadeiro, por que não? As coisas límpidas funcionam muito mais, e transparecem também um pouco do que a gente é. Não acredito muito nas mudanças repentinas, seja pra qualquer aspecto, as coisas acontecem a partir de uma possibilidade diária de reviver a vida a cada momento vivido, ver se o que estamos fazendo é realmente o que amamos e nos faz suspirar fundo, viver sem este suspiro contínuo é o mesmo que não viver direito. 



          O maior sinal de comprometimento em saber o que somos é amadurecer como ser-humano, e isso também de certa forma passa por um voto de instabilidade, de constância. Sou um homem feliz por fazer o que gosto da vida, na minha arte - mesmo parecendo que não, eu sou todos os dias motivado em aprender uma nova lição, nunca posso achar que já sei o suficiente. Aprender que recomeçar todos os dias faz um bem danado, ser fiel ao que a minha consciência diz, consciência esta que pra mim jamais deixará de ser um sacratíssimo lugar, e é de lá que eu me empenho todos os dias em ser feliz, feliz por inteiro, feliz sem economias e sem misérias de felicidade.  

___________________

Confira também o novo vídeo do meu Canal sobre música: Clique para Ouvir 


Caso goste, seguem as minhas Redes Sociais:
Facebook: Jhony Uriel ArT
Twitter: @JhonyUriel777

Letras Terra: www.letras.mus.br/jhony-uriel

quinta-feira, 30 de junho de 2016

Sobre o Novo Canal (Jhony Uriel Oficial)

Oi minha gente,

Nesta ocasião venho pra comunicar a cerca da organização dos novos meios pelas quais estou divulgando os meus vídeos atuais de música. Recentemente foi criado um canal novo com a seguinte nomenclatura " Jhony Uriel Oficial ", endereço a qual eu destinei para lançar covers, tenho alimentado este canal com 1 vídeo por semana, atendendo pedidos musicais, diferente do outro canal - que eu já tenho há uns 5 anos, em que eu postava (e ainda posto) vídeos ao vivo, de apresentações em lugares que costumo cantar. É importante salientar que não vou deixar de alimentar o canal antigo, mas este canal recente pela qual estou me referindo tem uma significância boa pelo motivo de serem canções não habituais do meu repertório autoral, logo, quem tem curiosidade de ouvir certas músicas específicas me encaminham os pedidos e eu canto as canções, funciona desta forma.



          Nestes primeiros vídeos cheguei a colocar músicas do Biquini Cavadão, da Daniela Mercury, RPM, Roupa Nova, Marcos & Belutti e também do Lulu Santos, que podem ser conferidas assinando o canal, os vídeos são dispostos gratuitamente pra que vocês ouçam e se alegrem comigo.

Abaixo seguem os vídeos de Apenas Mais Uma de Amor (Lulu Santos) e também de "De Tanto Amor" (Daniela Mercury) já cantada anteriormente também pelo cantor Roberto Carlos.





No momento estou trabalhando na gravação de uma Web-Série, junto com alguns parceiros do grupo de  estudo de Cinema de Suzano, estamos preparando algo bem bacana pra vocês conferirem muito em breve. Nesta ocasião da série há uma novidade muito legal, que é uma das minhas canções de trabalho ser o tema de abertura desta série, está ficando muito legal. Em breve posto mais algumas informações pra vocês conferirem aí. Peço: quem puder (e quiser, obviamente) por gentileza assinar o canal, pois além de ajudar muito na divulgação, é uma maneira de a gente se fazer mais próximo, e essa troca querendo ou não é o melhor da vida, leio todos os recados que recebo, sem exceções e fico muito feliz de saber que a minha arte está servindo de alguma coisa, ainda que de maneira pequena.

Clique aqui para assinar o Canal

Desde já, fico muito agradecido.
Att,
Jhony Uriel.


segunda-feira, 27 de junho de 2016

O Tempo Pode Ser Nosso Melhor Amigo

Uma maré de tempestades passou pela minha vida em 2015, as pessoas que fazem parte do circulo com quem eu partilho de um contato mais assíduo sabem, e sabem também os motivos pelas quais considero um período de tempestades dentro de mim. Hoje me sinto tão melhor, algo me fez enxergar enfim o como é que realmente as coisas que aconteceram tinham de acontecer. Há um ditado que diz que o tempo pode ser nosso melhor amigo, talvez ele sempre é o que nos consegue ajudar, nos mostrar algo que faça mais sentido, e também, que tenha mais condições de "rolar".



          
Sempre imaginei que se esta pessoa, pela qual eu sentia falta, pudesse vir por espontânea vontade, vir por conta de eu ter sido um homem límpido e também por eu ter jogado limpo, tive vontade de viajar pra longe, muitas vezes, ao sentir as ditas dores de saudade, hoje percebo que afinal de contas pode ser até que a gente nem se encontre mais, nem sem querer, e após todos esses lamentos e choros da falta que esta pessoa me fazia eu não sinta nem mais sequer vontade de dizer, ou fazer com que esta pessoa saiba que um dia senti, há coisas na vida que funcionam muito mais quando são segredo, me custaram lágrimas, mas aprendi muito com esta experiência, este é o lado bom.

          Tem uma música que sempre me inspira muito, que é "A Lista" do Oswaldo Montenegro, em que diz que afinal de contas as pessoas que mais víamos há 10 anos atrás, ainda estão na nossa vida? Considero uma reflexão pra dizer a cerca de que certas coisas na vida são feitas mesmo pra passar, pra ir embora, e nessa caminhada muito poucas, pra ficar. Feliz por me sentir bem, afinal. Ser um homem feliz, e de felicidade plena, sempre é a meta. E você, é feliz em plenitude? O que ainda falta? 

       

quarta-feira, 15 de junho de 2016

Novos Ares, Experiências, Projetos e Lições Aprendidas

Que alegria, encerrar este ciclo mais recente, que foi a produção do meu novo Show, pra quem esteve me acompanhando nestes últimos tempos sabe de como foi a reta final da produção do (enfim) lançamento do ''Nosso Retrato'', celebrando então o que é um Show e também o primeiro CD da minha carreira. Ao ser lançado o convite, ainda em 2015, feito pelo meu diretor Fernandes Junior (Cidão), comecei a angariar algumas ideias, ir fazer laboratório em algumas ocasiões culturais onde Endrigo e eu passamos a coletar referências para compôr este que seria o grande acontecimento desta apresentação, que fora grandiosamente agraciada em sua estréia, no aclamado Teatro da Neura.


Jhony Uriel e Camila Harumy, interpretando a
balada-country "Just Like Jesse James", de Cher, durante
 o Show Nosso Retrato. 

          Agora acabado este período, partimos já para a produção do trabalho subsequente, articulando agora o que será já o próximo trabalho de 2016/2017, este que será intitulado "O Detalhe Que Esqueci de Te Contar", onde trabalharei canções novas e algumas vivências recentes sobre as coisas que tenho vivido, será um trabalho muito legal. Nesta nova fase, acredito que quem gostou do primeiro trabalho pode se identificar em muito com este novo também, estou sendo fiel às minhas raízes e simultaneamente a isto, arriscando também em algumas músicas oriundas de uma pegada diferente, este novo trabalho promete bons momentos de reflexão. 


Jhony Uriel apresenta Fernando Ferrari, escritor e também compositor
da canção "Nosso Retrato", que dá nome ao trabalho.
Encerramento da apresentação, Dimmy Calabrez, Endrigo Gonçalves, Jhony Uriel e convidados celebram
o sucesso da apresentação.



          Vai passando o tempo e a gente vai compreendendo de uma maneira diferente o que é que nós realmente queremos dizer, a arte que produzimos, quando levada de maneira séria nos faz sempre refletir que a fidelidade difere à lealdade, e isso são dois prismas completamente distintos, porém, que servem para inúmeras áreas da vida da gente, sobre isso que iremos abordar neste novo disco, que vai ser uma experiência muito profunda e que com certeza vai ser preparado com muito carinho e entrega, tenho muitas coisas a falar, desabafos para tecer, e ainda acredito cegamente que a essência da Arte com "A" maiúsculo está nisso, expressar-se. 

___________________



       

segunda-feira, 23 de maio de 2016

Crítica: O VELÓRIO

Conflito familiar de mulheres, 3 gerações representadas pelas atrizes Cibele Zuchi, Amabile Luz e Ligia Berber. A história é o drama de uma mulher perturbada pela partida do marido, mulher esta que segue firme o exemplo de família molde, dentro dos preceitos de família cristã católica conservadora, convive com mãe e filha, sendo então personificadas como a colocação da mulher dentro da figura formal feminina - segundo os olhos da Igreja Católica. 






          Neste novo espetáculo, o Teatro da Neura retrata de certa forma, a ótica pelas quais são vistas as mulheres que criam sozinhas as suas crias, nem sempre por opção própria, obviamente, e carregam o fardo de solteiras, e aguentam os encargos de um casamento, seria esta uma denúncia de postura ainda machista por parte da Igreja em relação a este assunto? Sendo esta Sim ou Não, é preciso reconsiderar e refletir sobre o que é ou não profano afinal de contas? 





          Com momentos altos na atuação de Cibele Zuchi, Ligia Berber, André Antero, Conceni Paulina, música de Fernandes Junior e Pedro Bristow, dirigidos musicalmente por Luiz Aranha, o espetáculo "O Velório", de boníssimo gosto pode ser conferido ainda nas datas de 28 e 29/05 às 20H no Espaço N de Cultura, localizado na Rua José Garcia de Souza, 692, em Suzano-SP. Vale ressaltar também, que o espetáculo sela o festejo de 12 anos do grupo, que é veterano em Suzano. Constantes estranhamentos fazem parte desta obra do grupo, com dramaturgia e direção de Antonio Lagreca Nicodemo, o espetáculo vale a pena "De Fato" ser assistido. 

____________


quinta-feira, 7 de abril de 2016

Desventuras da Vida

Quanto sentido há em quando nos preparamos pra alguma coisa e esta alguma coisa não acontece? Faz parte da vida lidar com certas desventuras que chegam pra nos testar e também pra nos fazer passar por etapas de um jeito mais sagaz, mais maduro e por que não dizer, com mais malícia. A gente se dá a pensar em algumas coisas que são dignas até mesmo de espanto. Nunca fui de me estressar com algo que sei que não tem perspectiva de ir para frente ou mesmo dar em alguma coisa, mas pra quem tem convivido comigo há exatos 11 meses atrás (a contar da data desta publicação) sabe do desafio que tenho vivido com as minhas questões afetivo-amorosas em relação a uma pessoa, isso de certo refletiu muito no que eu acabei fazendo com a minha vida nestes tempos de maremotos emocionais, e isso foi bem sério.

          Nestes percalços todos,  aconteceu que hoje reflito se era mesmo pra eu ter dado a devida importância, ora me questiono também se eu agi da forma correta, quem sabe se eu tivesse adotado outra postura, ou outras posturas, se o resultado seria diferente, enfim..., engraçado é como as coisas chegam a se colocar nos seus devidos lugares sem que tenhamos que tomar muitas providências para tal, é um percurso natural da vida.



          Hoje vivo um momento diferente, feliz por toda aquela angústia ter ido embora, feliz também por ter superado a situação, pensar que passar por certos capítulos pode ter me ajudado a ser um homem melhor, no momento estou aqui a ouvir as trilhas sonoras de todo este período, e sei o quanto chorei, hoje o significado é outro, de etapa concluído, agora vamos trabalhar!! Logo muito em breve será o Lançamento do Show Nosso Retrato, que vem aí com muitas novidades pra serem apresentadas ali no dia 30/04/2016 no Teatro da Neura.. vamos pra cima !!


quarta-feira, 2 de março de 2016

A Vida Cheia de Etapas, Para Serem VIVIDAS

Quanta confusão girando na cabeça, tanta coisa acontecendo e mundo tá com pressa, às vezes é tudo o que conseguimos pensar, engraçado não? Por aqui há algumas coisas muito especiais acontecendo, com a preparação do novo espetáculo está tudo indo à mil, esta semana tivemos uma agenda cheia de dias de gravação no estúdio, vivemos dias tão legais. O teatro tem uma magia que une as pessoas de uma forma até mesmo que sobrenatural, foi um dia longo que começou logo cedo. Na verdade começara um dia antes, já no sábado. A convite do meu querido colega de trabalho, André Antero, fui ao Sarau da Paixão, e apresentei as canções ''Ar de Amor'', ''Simples e Forte'' e ''Tão Diferente''. 




Neste Sarau houveram várias inúmeras apresentações pra lá de legais, o Stand-Up do João Carlos, houve apresentação de música country, cenas teatrais com o Carlito Aquino e a Cia. Siso Teatral, apresentação do saudoso Brendo de Lima, música africana com a Patty Nascimento, poesias recitadas pelo Edson Guilherme e também pelo William Ferro, dentre outros números. Sem deixar de mencionar a brilhante apresentação do ator Felipe Lima em mais uma de suas facetas: Miss Tragô, um espetáculo a parte. Foi muito divertido. 



     

                    Para o mês de abril estamos recheados de novidades também, articulando desde já a produção do Show Nosso Retrato, a contar com muitas coisas bacanas e convidados pra lá de especiais.   Fizemos nesta semana também um show exclusivo fechado, que será liberado na íntegra para o público virtual, o nosso projeto e-Live, com as canções mais cantadas nos shows, será um registro muito bonito e com muito carinho para as pessoas que acompanham o meu trabalho de forma direta ou indireta aqui pelos meios de comunicação virtual. Quero deixar um beijo no coração de algumas pessoas queridíssimas que com certeza absoluta fazem da minha vida melhor, a Grace Kelli Pereira (São Paulo-SP), a Vera Inácio (Grão Pará-SC), Anderson Lopes (Teresina-PI) e também à Sra Angelina Andreoli (Santo André-SP), obrigado por fazerem parte da minha vida de maneira tão especial. 


     Um beijo,
     Jhony Uriel. 


sexta-feira, 19 de fevereiro de 2016

Mar Calmo Não Faz Bom Marinheiro

Oi minha gente,


Passando aqui pra dizer que incrível foi esse início de ano pra mim, ares de superação, ares de conquista, ares de novas idéias.. começar tudo com o pé direito outra vez me é mais do que um presente. Já neste início de período participamos todos uma palestra com o profissional, historiador e filósofo Claudio Domingos - uma pessoa cheia de coisas formidáveis para ensinar, foi muito proveitoso. Logo nos primeiros dias do ano tive a graça de me serem reveladas várias coisas que há um tempo me afligiam e enfim algumas verdades vieram à tona na minha vida pessoal, como é bom saber que o universo se encarrega de colocar as coisas nos seus devidos lugares, dá um alívio, espero que sempre seja para o bem.


Na foto, Giovani Biancolin, Alexandre Manzanno, Jhony Uriel, Edson Guilherme, Priscila Klesse...




















Agora as coisas caminham por estradas de resolução, coisas pontuais vem acontecendo, que mesmo não sabendo se são medidas analgésicas ou não pra minha vida ficar melhor - após o meu período de tempestades e maremotos emocionais - quero curtir esse momento. Neste tempo de me levantar recebi um presente muito bonito, viver uma experiência muito bonita e grandiosa, que é viver o protagonista de um espetáculo que tem uma história mais do que especial, viverei Jesus Cristo na montagem Passos da Paixão em sua 17ª Edição, sob a direção do Cidão e da Lidiane, que é um projeto ao qual eu sempre me deixei agraciar como público espectador e dessa vez de uma maneira bem singela, faço parte deste projeto. 
Registro fotográfico da palestra dada pelo profissional Claudio Domingos,
que acontecera no espaço de cultura Opereta, em Poá-SP.

Jhony Uriel, Alexandre Manzanno durante exercícios de preparação corporal,
conduzido pela profissional Priscila Klesse, também diretora do espetáculo.


Artisticamente me é muito favorável esta experiência onde se tem tanta doação por parte da equipe, quem se permite, se merece, já diz a poesia, e esta vivência teatral atual tem me feito refletir coisas que com relação à entrega deixam muito a pensar e avaliar o quanto que somos responsáveis pelas coisas que conquistamos, viver as etapas apaixonadamente faz um bem, mas um bem tão tão tão, tão grande, que reflito agora o antigo dizer popular: ''Mar calmo não faz bom marinheiro''. Aguardem mais novidades .. o processo está rolando, e todos estão trabalhando duro por ele. Ótimas vibrações pro seu dia !! 

________________________

Links e Redes Sociais
Facebook: Jhony Uriel ArT
Twitter: @JhonyUriel777
Letras Terra: www.letras.mus.br/jhony-uriel




 
          

sexta-feira, 15 de janeiro de 2016

Aquele Compartimento Especial do Coração da Gente

Hoje me deu uma alegria tão grande logo ao levantar, talvez pelo fato da correspondência que recebi há alguns dias, uma surpresa não o fato de ser uma correspondência - até pois, sou um adepto assíduo do correio postal, gosto dessas coisas, por mais que um pouco ultrapassadas - mas a surpresa em si, pelo fato de uma pessoa que eu não imaginava que se daria ao trabalho de ir ao Correios postar algo pra mim, rsrs.. singela atitude. É uma fase que sim, ainda estou em processo de superação, mas estou me saindo muito bem desde algumas semanas pra cá.



          Algo que tem me alegrado muito são as coisas que tenho produzido, aproveitei as folgas de final de ano pra colocar algumas satisfações pessoais em dia, um exemplo é, organizar muitas coisas no meu quarto, coisas que desde a mudança ainda não tinha dado tempo de desempacotar e colocar de novo em seu devido lugar (ou ainda, definir um lugar, já que antes a casa era outra), encontrei cada coisa que não via faz tempo, músicas que eu havia escrito há uns 8 anos atrás, poesias, livros de meu período de infância, enfim.. que coisa mais divertida, sou o tipo de pessoa que adora lembranças, guardar coisas, fotos, discos, cartas. Tenho alguns amigos que coleciono cartas numa das gavetas de minha cômoda, na segunda gaveta tem as correspondências guardadas de alguns amigos do Piauí, do Rio de Janeiro, São Paulo e também da época da escola, é tão bom guardar as pessoas de uma forma carinhosa, e nada mais especial que a caligrafia, além de ser um gesto de carinho é uma forma de guardar a amizade, a consideração em um importante compartimento no coração da gente. Gosto muito de escrever, receber e enviar cartas.

          Me recordo de muitas coisas boas que vivi, etapas importantes que passei pra chegar onde cheguei, conhecer pessoas que passaram a figurar papéis importantes na formação do homem sou hoje, tive a graça de passar por muitas coisas ao longo de todo esse tempo, em busca de me compreender, em busca de respirar novos ares, sorrir novos sorrisos, enfim.. continuar ! Você envia ou recebe cartas de alguém?

segunda-feira, 4 de janeiro de 2016

Um Recomeço Requer Energias Renovadas

Bom é recomeçar as etapas da vida da gente sem ter medo dos nossos fantasmas de antigamente, ser forte pra lidar com as coisas do nosso passado e ao mesmo tempo estar aberto às novas possibilidades que a nós serão apresentadas, estar aberto ao novo. Nesse dia de hoje reencontrei um amigo de muitos anos atrás, o Eduardo, esse cara por si só dispensa apresentações, provido de um talento que eu sempre admirei e me encantei, o desenho.

          Pegamos a conversar e ali me deparei com uma notícia agradabilíssima, Eduardo agora também é escritor, está quase por se casar e também além de tudo, de se tornar pai, três surpresas de uma só vez. Com esse tipo de notícia fico pra lá de feliz, ver as coisas acontecendo na vida das pessoas que a gente por algum motivo guarda boas recordações. Na minha vida sempre vivi a filosofia de que se precisamos mostrar a alguém alguma coisa (um sentimento, por exemplo) é preciso que mostremos com atitudes, e atitudes concretas, são as coisas mais valiosas da vida inteira. Estar pronto pra viver as coisas de um jeito novo, usar as nossas fantasias, trocar a noite pelo dia a planejar as próximas investidas com o fruto de nosso trabalho, sonhar com os beijos mais especiais do universo, pra tudo isso é preciso que vivamos em paz com a gente mesmo, e é isso que vivo hoje, um homem renovado pra encarar o que vier.


____________

Confira o meu trabalho musical através do link:  Sahara - Jhony Uriel , compartilhe se gostar.